História

A A

A Região Episcopal Belém iniciou sua caminhada pastoral em 17 de julho de 1966, quando o cardeal Agnelo Rossi era o Arcebispo de São Paulo.

Nasceu como Região Episcopal Leste que, em seguida, foi desmembrada em Leste 1 e Leste II. Depois, foram batizadas respectivamente de Belém e São Miguel (hoje uma diocese autônoma).

O primeiro Bispo auxiliar da Região Episcopal Leste foi Dom Bruno Maldaner, que instalou a secretaria da Região Episcopal na Rua Cajuru. Dom Bruno permaneceu à frente da Região Episcopal Leste até 1971, quando foi substituído por Monsenhor Francisco Manoel Vieira.

 

Dom Bruno Maldaner

 

Monsenhor Francisco foi substituído em 1975 por Dom Angélico Sândalo Bernardino, que ficou na Região Episcopal somente um ano.

 Dom Angélico Sândalo Bernardino

A partir de maio de 1976, a Região Episcopal Leste passou a se chamar Região Episcopal Belém, sendo dirigida pelo recém ordenado bispo, Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida.

Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida

Dom Luciano permaneceu na Região  por 12 anos, até ser transferido para a Arquidiocese de Mariana, em Minas Gerais, em 1988. Em seu lugar, assumiu a Região Episcopal Belém Dom Décio Pereira.

Dom Décio Pereira

Em 21 de maio de 1997, Dom Décio Pereira foi designado terceiro Bispo da Diocese de Santo André, deixando em seu lugar o Vigário Episcopal Monsenhor ​Walter Caldeira.

Monsenhor Walter permaneceu à frente da Região Episcopal Belém por quatro anos e nove meses, quando foi substituído por Dom Pedro Luiz Stringhini, em abril de 2001.

Dom Pedro Luiz Stringhini

Dom Pedro Luiz Stringhini ficou à frente da Região Episcopal Belém de abril/2001 a dezembro de 2009. Em fevereiro de 2010, Dom Pedro foi designado para Diocese de Franca (SP) e, em seu lugar, assumiu a Região Episcopal Belém Dom Edmar Peron, no dia 14 de março de 2010, permanecendo  até Novembro de 2015, quando foi transferido para a Diocese de Paranaguá , no Paraná. 

Dom Edmar Peron

Dom Luiz Carlos Dias

 No dia 28 de Maio de 2016, Dom Luiz Carlos Dias tomou  posse como Vigário Geral e Vigário Episcopal da Região Belém durante a celebração de Corpus Christi