Nossa Senhora Dos Prazeres

A A
PADROEIRO
15 de Agosto

Data da fundação

25/01/1940
Vigário Paroquial
Padre Geraldo Alves Pereira
Vigário Paroquial
Padre Nadir Sérgio Granzotto

Setor

Tucuruvi

Endereço

 Avenida General Ataliba Leonel , 3013 , Parada Inglesa

Contato

 (11) 2979-9371
 (11) 2971-3739
 Atendimento da secretaria
De segunda a sexta-feira
08
00
12
00
De segunda a sexta-feira
14
00
17
00
Sábado
08
00
12
00
Sábado
14
00
17
00
Breve história 

A Paróquia da Parada Inglesa foi criada pelo Decreto de D. José Gaspar de Afonseca e Silva no dia 25 de janeiro de 1940 com território desmembrado das paróquias de Santana e Tucuruvi sob o titulo de “Nossa Senhora da Consolada”, constituída de duas capelas existentes no território: a Capela São José e a Capela Santa Luzia. Embora tenha sido criada com a invocação de Nossa Senhora da Consolada, ou da Consolação como consta no Livro de Tombo da paróquia, desde o inicio, por uma promessa de D. José Gaspar de Afonseca e Silva à colônia da cidade de Bemposta de Portugal, a devoção da padroeira sempre foi a Nossa Senhora dos Prazeres. Os padres que aqui trabalharam: Como não houvesse ainda a Igreja matriz, no dia 5 de agosto de 1941, na Capela São José, tomou posse como Primeiro vigário da Paróquia, o revmo. Sr. Pe. Antonio Anacleto Brandão de Oliveira. Nesta época, a Congregação dos Padres Estigmatinos construiu o seu Instituto Teológico no território da paróquia e pelo tempo em que ele existiu, a paróquia foi confiada aos padres da mencionada Congregação. Aos 20 de outubro de 1942, passou a tomar conta da paróquia, em caráter provisório o Pe. João Eondrez CPS. Em 11 de novembro de 1942 tomou posse o Pe. João Batista Consolaro CPS, que foi substituído em 1945 pelo Pe. Ângelo Pozzani CPS. Em 1947 a Congregação dos Estigmatinos entregou a paróquia à Cúria e foram encarregadas da Paróquia os Pes. José Bazzon e Pe. Modesto Nunes durante aquele ano, sendo substituídos em 1948 pelo Pe. Vitório Zanin CPS que permaneceu até o fim daquele ano. Com a partida do Pe. Vitório veio substitui-lo o Pe. Gino Righetti CPS. Em 29 de outubro de 1949, chegaram as Irmãs Camilianas, compraram o prédio do Instituto teológico e o único padre que ficou a espera do novo vigário permaneceu até o dia 20 de dezembro de 1949. Atendendo ao pedido da Cúria os Missionários da Salette vieram prestar assistência religiosa até 21 de maio de 1950. Depois de nove anos da criação da Paróquia ele passa a ser atendida pelos padres diocesanos da Arquidiocese. No dia 13 de junho de 1950 saiu a provisão do novo vigário Pe. Julio Martins Serra, que toma posse no dia 25 de julho de 1950. Pe. Julio permaneceu na paróquia até a sua morte ocorrida no dia 10 de julho de 1991. Com o seu falecimento assume como Pároco o Pe. Nadir Sérgio Granzotto, que administrou a paróquia até o dia 24 de março de 2007. No dia 25 de março de 2007, assume como Administrador Paroquial o Pe. Carlos Alberto Doutel atualmente à frente da Paróquia. Fatos relevantes: 8 de abril de 1945 – Missa Campal no terreno onde será construída a nova Matriz. Este terreno foi doado pelos imigrantes portugueses da cidade de Bemposta, Portugal. 1950 – Criação da Comissão de Construção da Nova Matriz. 3 de agosto de 1950 – Com a necessidade de uma preparação material para as mães, o Pe. Julio solicita ao SESI a criação de curso de corte e costura nas capelas. Também se inicia nesta época as atividades do Jardim da Infância no dia 23 de setembro na Capela Santa Luzia e no dia 3 de outubro na Capela São José. Fevereiro de 1951 – Foi encaminhado ao Sr. Arcebispo um requerimento para a Cúria Romana do pedido de “rescrito” para a alteração da padroeira da Paróquia. 1º Abril de 1951 – Em missa celebrada por D. Paulo Rolim Loureiro, é feito o lançamento da pedra fundamental da Nova Matriz com grande festa e solenidade. 8 de outubro de 1952 – A Paróquia recebeu o “rescrito” da Santa Sé com a mudança do nome da Padroeira da Paróquia 1 de março de 1957 – Primeiro ato litúrgico no espaço do que seria a nova Matriz. O casamento de Eduardo Pereira e Justina Cruz Semana Santa de 1957 – Termina-se a comemoração da Semana Santa, na Cripta da nova Matriz. A quinta-feira santa, o lava-pés e a missa da instituição da Eucaristia marcaram a abertura oficial da nova Matriz. E como não havia segurança alguma, era preciso colocar tudo de manha e guardar nas casas particulares, inclusive as imagens. 28 de abril de 1957 – Festa da Padroeira e mudança definitiva dos atos litúrgicos para a nova Matriz. Presença dos paroquianos e dos portugueses de Bemposta que vieram se alegrar. Com a mudança da paróquia, materiais da Capela São José e Santa Luzia são emprestados á Matriz. Para centralizar o atendimento da Paróquia, fecharam-se as capelas temporariamente e são destinadas a Obras Sociais. Continua o pároco morando em casa alugada 12 de abril de 1958 – Benção da Casa Paroquial onde passam a residir o Pároco e sua mãe. Outubro de 1960 – Cessa temporariamente a construção da Igreja Matriz, já com o prédio terminado porem sem o acabamento.

Paróquia a qual faz parte 
Paróquia Nossa Senhora Dos Prazeres
Lugar - VF - Categoria e Nome 
Matriz Paroquial Nossa Senhora Dos Prazeres

Missas

Missa dos Doentes
Sexta-feira
15
00
Missa da Catequese
Sábado
17
30
Segunda-feira
19
00
Terça-feira
19
00
Quinta-feira
19
00
Domingo
07
30
Domingo
10
30
Domingo
19
00

Sacramentos

Batizados

O Encontro de Preparação para os pais e padrinhos é feito na última terça e quarta- feira do mês das 20:00hs as 21:30hs.

O Batismo é realizado sempre no último domingo dos mês as 9:00hs.

Crisma

Informações na secretaria

Curso para noivos

Informações na secretaria

Primeira eucaristia

Informações na secretaria

Confissões

Agendar na secretaria