Nossa Senhora de Fátima

A A
PADROEIRO
13 de Maio

Data da fundação

24/11/1973
Pároco
Padre William Day Tombini
Assistente Pastoral
Diácono Permanente Raimundo Alves Ferreira

Setor

Anchieta

Endereço

 Avenida Nossa Senhora da Encarnação , 279 , Jardim Maria Estela

Contato

 (11) 2157-8405
 (11) 2946-1697
 Atendimento da secretaria
Terça-feira
08
00
20
00
Quarta-feira
08
00
20
00
Quinta-feira
08
00
20
00
Sexta-feira
08
00
20
00
Sábado
08
00
20
00
Domingo
08
00
13
00
Breve história 

1952 – Início de um bairro, início de uma comunidade, o sonho de um TEMPLO!

No início da formação do Jardim Maria Estela, poucos moradores, muitos lotes de terrenos a serem vendidos e construídos. Ruas de terra, não havia iluminação elétrica nas poucas residências, quanto tanto nas ruas.

Aos poucos foram chegando alguns moradores e agrupando-se em torno de uma necessidade: a FÉ, pois a fé os conduzia e os movia. Havia um desafio forte de rezar juntos, um sonho era acalentado, dia-a-dia batia forte, a vontade de estarem juntos para uma Missa.

As primeiras missas celebradas no bairro foram nas residências, muito esporadicamente e também alguma Santa Missa Campal, em um terreno entre a Rua Álvaro Pinto e a Avenida Maria Estela.

Posteriormente, os moradores sentindo a necessidade de uma melhor organização, construíram um galpão de madeira para diversas finalidades, tais como: salas de aula, atividades recreativas e celebrações da Santa Missa, como também encontros de catequese.

Esse galpão que foi construído na então “Rua 19”, atualmente Rua Maestro João Sepe, foi idealizado primeiramente para funcionar uma Escola, a primeira do bairro; escola de Ensino Fundamental; em 1956 foi fundada a “Escola Agrupada Dom Bosco”.

Neste mesmo ano de 1956, as “Irmãzinhas da Imaculada Conceição”, ligadas ao “Colégio Regina Mundi”, na Via Anchieta, que encontrava-se ainda em construção, vinham aos domingos exercer o Apostolado dando aulas de catequese. Terminando o horário das aulas nas tardes de domingo eram celebradas as missas, mas não havia padre fixo, um padre determinado.

Em 1957, o primeiro grupo de crianças que haviam recebido formação catequética através das Irmãzinhas da Imaculada Conceição, recebiam a Primeira Eucaristia. Um acontecimento bastante festivo. E por algum tempo continuou sendo assim (depoimento de Ivany Wagatsuma, Livro do Tombo).

1958 – A idéia de construir um templo em honra a Nossa Senhora de Fátima, surgiu pelo ano de 1958.
Dona Jacira Costa, diretora da Escola Municipal do Jardim Maria Estela, foi a Portugal visitar familiares; e visitando Fátima e o local onde se encontra os restos mortais de Santa Isabel Rainha.

Ficou profundamente comovida, visto que era descrente, alcançando uma graça particular, teve o desejo sincero de quando voltasse ao Brasil, construir no Jardim Maria Estela uma Capela dedicada a Nossa Senhora de Fátima.

Começaram a mobilizar o bairro, sobretudo os católicos, muitas famílias se empolgaram e todos unidos num único objetivo – a compra de um terreno para a futura capela (depoimento d. Arminda, Livro do Tombo).

Os padres vão chegando a comunidade em 1965 é assistida pelos padres Lazaristas (Paróquia São Vicente de Paulo) bairro do Moinho Velho. Passaram pela comunidade os padres Vicente e Raimundo.

Depois de um período aqui chegaram os padres da Paróquia São José do Ipiranga (Congregação de Nossa Senhora do Sião – Padres Sionenses), dentre os quais citamos: pe. Ilário Magarollo, pe. Raimundo Sebastião Nogueira – um querido e dedicado sacerdote carinhosamente chamado “padre Nogueira”; pe. Norivaldo Xavier Machado e pe. Francisco Mozer.

1966 – Início de uma realização: a compra do terreno! Aconteceu no dia 8 de agosto de 1966, ano em que se comemorava a 50ª aparição de Nossa senhora de Fátima.

13/05/1967 – Primeira missa rezada no terreno da Igreja (Capela) de Nossa Senhora de Fátima.

Lançamento da Pedra Fundamental, missa presidida pelo Sr. Bispo Auxiliar da arquidiocese de São Paulo D. Benedito Ulhôa Vieira. A pedra fundamental abençoada por D. Ulhôa foi colocada pelo monitor do curso de pedreiros, pois a comunidade oferecia este curso.

Acontecimento notável no Jardim Maria Estela, tanto que a comunidade confeccionou santinhos (lembranças) com a estampa de Nossa Senhora de Fátima e no verso a data que marca este ato comemorável.

1968 – Chegam os padres da Congregação Ordem dos Servos de Maria (servitas).

1969 – Com a chegada dos frades Servitas, sobretudo com a assistência de frei Moacir Grechi (hoje bispo no Acre) e o trabalho do frei e irmão João, houve um grande impulso na comunidade.

Foi construída uma capela em madeira com dimensões maiores (7mts X 8mts), a antiga media 4mts X 8mts.

Todos se empolgaram e a partir daí as missas eram celebradas todos os domingos às 9:00h e nas primeiras sextas-feiras do mês.

Os católicos animados com a nova capela e com as celebrações garantidas através de um grupo de portugueses acham por bem fundar uma associação denominada “Associação Católica Nossa Senhora de Fátima”.

1972 – Posse do Primeiro Vigário Ecônomo
03/05/1972 – É designado como primeiro vigário da comunidade Pe. Manoel Quintino Alves.
20/05/1972 – Iniciam-se as celebrações diárias e aos domingos às 9 e 19 horas. 13/11/1972 – Acontece a primeira visita pastoral de S. Eminência Sr. Cardeal Metropolitano D. Paulo Evaristo Arns.

24 de novembro de 1973 – Criação da Paróquia

Paróquia a qual faz parte 
Paróquia Nossa Senhora De Fátima
Lugar - VF - Categoria e Nome 
Matriz Paroquial Nossa Senhora de Fátima

Missas

Terça-feira
19
30
Quinta-feira
19
30
Sexta-feira
19
30
Quarta-feira
07
00
Sábado
17
00
Domingo
08
00
Domingo
10
00
Domingo
18
00
Missa dos Enfermos
13
15
00
Missa do Sagrado Coração de Jesus
Sexta-feira
15
00
Missa do Santíssimo Sacramento
Último(a)
Quinta-feira
19
30
Missa das crianças da Catequese
Sábado
10
00

Sacramentos

Batizados

Último domingo do mês, após a missa das 10h00

Confissões

Sexta-feira
14:30
16:30