Dom José Gaspar d'Afonseca e Silva

2º Arcebispo (1939 - 1943)
Falecido em 27 de agosto de 1943

BIOGRAFIA

Dom José Gaspar de Afonseca e Silva (Araxá, 6 de janeiro de 1901 — Rio de Janeiro, 27 de agosto de 1943) foi um sacerdote católico brasileiro; décimo quarto bispo e segundo arcebispo de São Paulo.

 

ESTUDOS

Realizou seus primeiros estudos na terra natal, tendo sido preparado para a primeira comunhão, por sua própria mãe. Aos onze anos, entrou para o internato no Colégio de São Luís em Itu . Entrou para o seminário em 1916, tomando então a batina. Fez os cursos universitários, Filosofia e Teologia, no Seminário Provincial em São Paulo e no Colégio Pio-Latino Americano. em Roma. Graduou-se na Pontifícia Universidade Gregoriana, de Roma, e fez doutorado em Direito Canônico.

 

PREBISTERADO

Foi ordenado, aos 22 anos, por Dom Duarte Leopoldo e Silva, em São Paulo, a 12 de agosto de 1923. Foi ordenado padre secular para a diocese de Uberaba, transferindo-se para o clero de São Paulo em 1929. De 1927 a 1933 foi coadjutor na paróquia da Consolação, professor e vice-reitor do Seminário Provincial de São Paulo. De 1934 a 1937 foi reitor do Seminário Central da Imaculada Conceição, no Ipiranga. Foi também membro do Conselho Administrativo da Arquidiocese, de 1932 a 1934, e examinador pró-sindical na Arquidiocese em 1932.

 

EPISCOPADO

Foi nomeado bispo titular de Barca e auxiliar de São Paulo a 23 de fevereiro de 1935, aos 34 anos. Foi sagrado bispo, na igreja de Santa Cecília, em São Paulo, no dia 28 de abril de 1935, sendo sagrante principal o seu arcebispo Dom Duarte Leopoldo e Silva, e consagrantes: Dom Antônio Colturato OFM Cap, bispo de Uberaba; e Dom Gastão Liberal Pinto, bispo coadjutor de São Carlos. A 29 de julho de 1939, aos 38 anos, o Papa Pio XII, o nomeou para arcebispo de São Paulo, sucedendo o arcebispo falecido. Tomou posse a 17 de setembro de 1939 e recebeu o pálio a 6 de janeiro de 1941. Dom José Gaspar foi arcebispo de São Paulo até 27 de agosto de 1943, quando veio a falecer, aos quarenta e dois anos, no Rio de Janeiro, num desastre de avião, no qual também faleceu o jornalista Cásper Líbero.

 

ATIVIDADES E CONTRIBUIÇÕES

Em 1939, Dom José Gaspar reorganizou a comissão das obras da catedral, lançou a idéia de congressos regionais precedidos de semanas eucarísticas; reorganizou os serviços eclesiásticos de caráter jurídico e administrativo. Fundou três escolas apostólicas e um curso propedêutico para o Seminário Central da Imaculada Conceição, em 1940; participou de vários congressos e reuniões eclesiásticas; inaugurou cursos e a ‘’União Social Arquidiocese’’. Atendendo ás necessidades das almas, criou novas paróquias e as dividiu em decanatos, procurando dar uniformidade nas linhas de ação dos padres. Para melhorar a formação do clero, criou o curso propedêutico no seminário. Implantou na arquidiocese as diretrizes romanas para a modernização da Igreja no Brasil. Em 1942 empreendeu o quarto ‘’Congresso Eucarístico Nacional’’, incentivando a participação dos leigos. Foi membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, vice-presidente desse instituto a partir de 25 de janeiro de 1942, membro honorário do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, desde 1943. A 20 de março de 1941 recebeu o título de doutor honoris causa pela Faculdade de Filosofia de São Bento. Ingressou na Venerável Ordem Terceira de São Francisco da Penitência.

 

ORDENAÇÕES EPISCOPAIS

Dom Duarte foi o principal sagrante dos seguintes bispos:

  • Dom Manuel da Silveira D’Elboux
  • Dom Ernesto de Paula